O Canadá é mesmo um país que aceita a diversidade cultural? A refletir

A cada dia que passa o Canadá vai se consolidando como referência mundial por ser um país que abraça todas as culturas, etnias, religiões e tem como marca registrada a diversidade. Também não há dúvidas de que Vancouver e região é a cidade canadense na qual mais povos distintos vivem em plena harmonia.

Antes de me mudar para cá, lembro de uma conversa que tive com o meu irmão, na qual ele indagava como o país mais simpático da América do Norte conseguiu chegar a esse patamar, enquanto, ao mesmo tempo, temos vivido em um mundo com tanta intolerância, perseguição religiosa, cheios de ataques xenófobos e discriminação.

Realmente, se você pretende vir morar aqui, é preciso preparar o espírito e não trazer o seus preconceitos na mala, porque aqui a todo momento a sua tolerância e habilidade de lidar com as mais diferentes questões são testadas. Em outras palavras, quando você acha que já viu de tudo, sempre vai acontecer algo que vai entrar em choque com o que você acredita ser certo ou errado.

Porém, após quase três meses morando novamente em Vancouver, cheguei a novas conclusões sobre como se tornou possível tanta gente diferente viver juntos em um mesmo local. Primeiramente, confira algumas imagens abaixo sobre como as vizinhanças da grande Vancouver são distribuídas.

enhanced-4650-1459284670-22pixx

Brincadeiras a parte, na minha opinião, a grande verdade é que, sim, existe diversidade cultural, mas essas culturas quase nunca se misturam.

Por exemplo, Richmond, cidade na qual o aeroporto está localizado, pode ser considerada a China dentro da grande Vancouver.Se você não é chinês, é praticamente impossível conseguir morar lá, porque até as placas das ruas estão escritas em mandarim e você vai se sentir um completo ET em um lugar onde as pessoas ignoram completamente a língua inglesa. Em outras palavras, se você pegar um voo até a Richmond e ninguém te avisar que se trata de uma cidade dentro do Canadá, você vai ter plena convicção de que foi para a China.

O mesmo acontece em Surrey, porém, a predominância na região é de indianos. Da mesma forma existe a comunidade de iranianos e filipinos, que também é muito grande por aqui.

Por mais que seja fascinante morar em um lugar que, ao passar por cada esquina, te dá a sensação de estar num país diferente, também é impossível não notar o quanto esses povos se ignoram completamente boa parte do tempo. Os chineses só são amigos de chineses, os indianos só conversam com indianos e frequentam seus restaurantes e mercados, os canadenses brancos e loiros dos olhos claros só interagem entre eles.

A minha conclusão diante de todos esses fatos é que essas culturas só convivem tão bem juntas porque elas não estão juntas de verdade. Para alguns povos como os que citei acima, é possível viver aqui sem nem precisar interagir com alguém que seja de outra tribo. Existe uma diferença muito grande entre aceitar a diversidade cultural e de fato conviver dentro da mesma bolha.

Quem sofre com isso são os novos imigrantes que vêm de países que são a minoria na região. Por exemplo, a comunidade brasileira na grande Vancouver é composta por menos de duas mil pessoas, o que dá menos de 0,5% da população. A grande maioria chega aqui vislumbrada com tanta diversidade e, por um momento, aproveita cada parte diferente da cidade, frequenta todos os locais e experimenta as mais diferentes comidas.

Porém, passada essa fase de turista, você percebe que não vai conseguir entrar em nenhuma dessas bolhas e que, na verdade, só te resta se juntar com os outros brasileiros, fazer alguns poucos amigos latinos e aceitar que você não terá grandes amigos de nacionalidades que sejam muito diferentes da sua e vida que segue…

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “O Canadá é mesmo um país que aceita a diversidade cultural? A refletir

  1. Mais um ótimo texto! Adoro passar por aqui!
    Entendo quando você diz que essas culturas convivem bem porque não se misturam, mas vejo um cenário muito maior quando penso no assunto. Acho que o fato de não se “misturarem” reflete o fato de que essas diferentes culturas são respeitadas em manter seus hábitos e costumes mesmo estando em outra nação, e é esse respeito que não existe em outros lugares.
    Em outros países esse povo seria julgado, hostilizado e perderiam forças, cortariam suas raízes. Talvez a não interação entre os povos seja apenas uma forma de respeito, uma forma de dizer “nada mal você manter sua cultura, costumes e língua em outro país”, e talvez seja isso que faça a riqueza cultural ser tão grande no Canadá, pois você pode encontrar tantas culturas e diferenças lado a lado, em paz, sem serem julgados por ser quem eles são!

    Curtir

    1. Eu concordo com você, mas a intenção do post foi acrescentar uma visão mais realista e mostrar que as coisas não são tão lindas quanto parecem. E eu só consigo ver essas diferenças porque tenho convivido com bastante “real canadians” e agora tenho acesso ao que eles pensam “de verdade”, rs.
      Porém, no final das contas, o mais importante de tudo é que aqui há paz para ser o que quiser, independentemente de onde você vem. 🙂

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s