Como é morar em North Vancouver – vale a pena?

img_3547

Se você está planejando vir a Vancouver e trazer a família junto, é seguro dizer que você não vai morar na cidade mais famosa de British Columbia e sim em alguma outra que fica em seu redor. O motivo é simples: you can’t afford it (você não tem dinheiro para pagar). O objetivo do post não é falar sobre a bolha imobiliária que torna a vida em Vancouver extremamente cara, e sim contar a minha experiência em viver em North Vancouver.

A cidade na qual escolhi para viver pelo menos por agora é muito bonita. A sensação, às vezes, é de que estou dentro de uma floresta silenciosa, não tão afetada pela poluição sonora criada pelo próprio homem. Afinal, a população local não passa de 50 mil pessoas, sendo a maioria “legítimos canadenses”. Junto à calmaria, acrescenta-se os mais de cinquenta parques com os mais diversos tamanhos, brinquedos para crianças, trilhas, campos de futebol ou quadras de basquete, lagos e cachoeira.

img_3502
Quase todos os parques de North Vancouver (e também das outras cidades) são lugares perfeitos para as crianças brincarem.

No papel, tudo parece ser lindo e maravilhoso e, à princípio, tudo indica que North Vancouver é o lugar perfeito para quem tem filhos ou quem tem como maior hobby fazer trilhas e ter contato com a natureza. No meu caso, a opção de viver aqui se deve exatamente porque é onde está localizada a Capilano University, que fica a 10 minutos de onde eu estou. 

Na verdade, o que faz North Vancouver ser uma cidade particularmente charmosa é a opção de ir até lá através do Seabus, ou seja, um ônibus que atravessa o mar em uma pequena viagem com duração de 15 minutos. O trajeto inverso, de North Vancouver até Vancouver, também é possível.

20160909_171854_resized
Seabus saindo do deck rumo a Vancouver

Além de dar direito a uma vista linda das duas cidades, o Seabus também oferece WiFi e, dependendo de onde você for, pode ser um transporte mais rápido do que cruzar de ônibus as pontes que ligam as duas ilhas.

20160909_165144_resized
Dentro da estação Waterfront, à espera do Seabus
20160909_171507_resized
O Seabus devidamente encaixado à plataforma, pronto para embarque
20160909_171452_resized
Seabus por dentro. Em baixo de cada cadeira tem uma boia para ser usada em caso de emergência

Passados os quinze minutos de travessia, o Seabus para em uma estação de ônibus, os quais se dirigem até os principais destinos turísticos da cidade, como o Deep Cove, Grouse Mountain, Lynn Canyon Park, Capilano University, Park Royal (fica em West Vancouver, que também é uma cidade),  Capilano Mall, entre outros.

A estação de ônibus, conhecida como Londsdale Quay, também funciona como um pequeno mercado, com alguns bares, sorveterias e até música ao vivo. O movimento maior, como é de se imaginar, é na quinta e sexta-feira, depois do trabalho. Durante o verão, também é comum que, nas sextas, o mercado funcione como um Night Market que oferece algumas atrações a mais, como Food Trucks e barracas com bebidas diferentes.

20160909_171828_resized

 

Apesar da qualidade de vida em North Van ser ainda maior do que em Vancouver, pode-se dizer que a cidade é um tanto solitária e sem tantas opções de lazer.

Os três principais problemas de North Vancouver:

  • Transporte público: a quantidade de ônibus que passa pela maioria dos bairros da cidade é bem pequena. Por exemplo, o ônibus que eu pego para ir à Capilano só passa duas vezes por hora, então ou eu chego em cima da hora ou eu chego muito antes, não tem meio termo.

Voltar de Vancouver de noite, principalmente no final de semana, também pode ser um tormento grande. Para não correr risco de perder o último ônibus, que passa antes da meia noite, ir para um pub ou uma balada que fecha mais tarde é impossível. A única opção seria gastar com táxi, mas como o orçamento da maioria dos brasileiros que vive aqui é bem apertado, não tem como ter esse tipo de luxo.

Logo, se você é um mero estudante de inglês, solteiro e mais novo, com responsabilidade zero e que pensa em aproveitar mais a parte da noite do que o dia, eu desaconselho a morar em North Vancouver, que também é uma região com muitas homestays. Por outro lado, boa parte das homestays daqui são de família realmente canadenses. Ou seja, pessoas que, de fato, dominam o inglês, o que é bem interessante para quem vem para o Canadá com o intuito de aprender a língua. Em homestay de famílias de outras origens, é muito provável que o domínio da língua seja menor e não dê para aprender tanto com os moradores da casa.

Se você for um estudante de college ou pós-graduação como eu, é melhor pensar várias vezes antes de aceitar um emprego part-time em algum local (que não seja North Van) que te exija trabalhar até tarde da noite, o que acaba limitando bastante.

  • Não tem muito o que fazer: o deslocamento para ir num simples mercado poderá ser grande se você não tiver carro. Esse também é um problema de bairros muito residenciais tanto em Vancouver quanto Burnaby, Richmond, Port Coquitlam.

Para não ficar isolado, o ideal é morar perto de um bairro que tenha algum centro comunitário e comércio, como o Lynn Valley Centre, que é o mais famoso e fica a cinco minutos a pé de onde estou morando.

Tenha em mente que não é nada muito grande, mas é um local agradável e bastante movimentado em horários de pico.

img_3553
O centro de Lynn Valley parece um pátio com várias lojas (como a Winners), alguns restaurantes, supermercados e restaurantes.

img_3536

img_3533
A biblioteca de Lynn Valley é bem aconchegante e com muitas opções de leitura

Bem ao lado do centro há dois supermercados: Save on Food e o Safeway, que têm preços diferentes dependendo do que você for comprar. Em ruas adjacentes, também tem McDonald, Pizza Hut, Starbucks, Subway e Wave (cafeteria).

img_3549

img_3541

img_3522

img_3542

  • Ursos: acredite ou não, a probabilidade de alguém ser atacado por um urso é maior do que de ser roubado ou atacado por uma pessoa. Certamente dá um medinho de andar pelas ruas de noite (mesmo que seja apenas 20h), quando está tudo bem deserto e escuro.

Mas não se apavore. Os ursos em grande maioria estão mais distantes, na floresta ou mais ao topo das montanhas, mas pode acontecer de um deles se perder e acabar chegando perto demais de onde moram pessoas.

Se você for morar em North Vancouver:

  • Procure morar onde tenha centros comerciais perto;
  • Não deixe de olhar se tem algum hospital ou walk in clinics (são para emergência) ao seu redor;
  • Leve em consideração seu estilo de vida e de quem for morar com você (no caso de trazer toda a família);
  • Opte por lugares em que mais de um ônibus passe por perto;
Anúncios

4 comentários sobre “Como é morar em North Vancouver – vale a pena?

  1. Boa noite Bruna,
    Estamos nos mudando para north vancouver em agosto/setembro de 2018. Minha esposa irá estudar na Capilano. Temos dois filhos em idade pré escolar (+- 3 e 1,5 anos). Agora estou procurando casas para alugar, mas não estou achando os preços tão bons como me falaram que seria.
    Morar próximo a faculdade é uma possibilidade? Se meus filhos conseguirem ficar no daycare da capilano, o ideal seria morar o mais próximo possível pra ir andando mesmo. Que você acha?
    Adorei seu texto, tem me ajudado bastante.
    Desde já agradeço!

    Curtir

    1. Oi, Caio!
      A Capilano fica praticamente no meio de uma “floresta”, então não há muitas opções de moradia por perto, tirando os prédios estudantis da própria Cap.
      Uma opção de local que daria pra ir andando pra cap é a região da Phibbs Exchange, que é um ótimo ponto pois milhares de ônibus que saem de Vancouver e Burnaby e vão para North Van param na Phibbs. Mas ainda sim, você levaria uns 15 minutos andando pra chegar na Cap. Entretanto, lá é uma região que está crescendo muito e tem vários prédios recém-construídos.

      Outras opções em North Van para ficar perto da Cap são: Lynn Valley (de preferência perto do Lynn Valley Center, q tem um mini shopping) ou perto da Lonsdale Quay. A minha opção favorita é a Londsdale Quay, porque é mais movimentada, passa o ônibus 239, q é o que vc vai usar para ir até a universidade, e ele passa o tempo todo. Além disso, perto da Lonsdale Quay tem o seabus, q te leva pro centro de Vancouver em apenas 15 minutos, então é muuito prático.

      Outra opção mais viável financeiramente é North Burnaby (procure no google maps por Burnaby Heights, Willingdon Heights, Capitol Hill) ou então Burnaby perto do Metrotown ou da estação Joyce… são regiões com preços melhores e com opções de ônibus q te deixam na porta da faculdade.

      Espero ter ajudado.
      Abs

      Curtir

  2. Caramba Bruna, você ajudou muito! Muito obrigado mesmo!
    É muito complicado daqui do Brasil saber onde é um bom lugar pra morar olhando apenas no Google Maps. Faz uma diferença muito grande ter umas dicas como as suas.
    Minha esposa vai estudar MOPA na Capilano, e se possível queremos ir cerca de um mês antes das aulas começarem em setembro para procurar com calma uma casa para alugar.
    Como temos dois filhos pequenos, morar em um bairro bem residencial acho que seria o ideal. Ainda mais se tiver praças e parquinhos por perto.
    Vou olhar diversas outras vezes ainda cada um dos lugares que você indicou.
    Estamos ainda na expectativa de saber se as crianças vão conseguir estudar no daycare da Capilano, que por mais caro que seja é incrivelmente disputado.
    Mais uma vez obrigado! E provavelmente te perguntarei mais algumas coisas novamente!
    Att.
    Caio

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s